Tag Archives: fotografia

Jardinaria no Instagram

Escrito por Mariana

A Jardinaria agora também está no Instagram! O Instagram é uma rede social de fotos, basicamente, para usuários de celulares como sistemas iOS e Android.Para ser bem sincera, a fotógrafa da família mesmo é Kika. E é das boas! Eu sou fã! Mas como ela não está em Recife, me comprometo a me esforçar e postar sempre fotos de produtos e qualquer coisa que tenha a ver com a loja.

Dá para visualizar as fotos também por aqui: http://statigr.am/jardinaria.

As fotos postadas no Instagram também serão postadas automaticamente na Fan Page da Jardinaria no Facebook. Lá do lado dos ícones para Fotos e Opções “curtir”, tem um ícone “Instagram Feed”. Lá aparecem todas as fotos já postadas.
Falando nisso, já curtiu a nossa Fan Page? Curte lá e assim você ficará sabendo, na hora, de qualquer atualização que seja feita na página.

Se você já tem Instagram, procura a @jardinaria e segue a gente!

Natal Original (4)

Escrito por Kika

Continuando os posts passados (01, 02 e 03)

Agora que as árvores foram montadas, é hora de pensar no resto da decoração, né?!
Vamos começar pelas guirlandas:Guirlandas feitas com pinhas são clássicas. A diferença aqui são as fotografias no centro.

Para as quituteiras de plantão, essas 3 vão agradar em cheio:Com aqueles papeizinhos de decorar forminhas de doces {ai, gente, não sei o nome não!}, que lembra flocos de neve; uma composição com as forminhas de biscoito; e com os próprios biscoitos! {O difícil, no caso dessa última, é ela continuar inteira até o dia do Natal. rs}

E quem está precisando de um momento relax, um tempinho sem pensar em nada, uma boa solução é o tal do trabalhinho manual {que às vezes é até melhor do que uma seção de terapia}. E essas duas guirlandas aí valem a dedicação, ó:Caixinhas de diferentes tamanhos, embrulhadas como se fossem presentinhos, e bolinhas de isopor totalmente cobertas por linhas de costura daquelas mais grossinhas. Fica lindo, né!?

E com as linhas de costura também dá para fazer uns bonecos de neve bem fofos, ó:Outra idéia que adorei, foi essa abaixo, que reaproveita potes de vidro. É só prender os bonequinhos de plástico e as arvorezinhas na tampa {acho que com cola} e encher os potes com gel de cabelo incolor {desses para fixar penteados}, que fica com aquela cara de Natal americano, já que lá nos países do norte é inverno agora.E ainda tem mais. Gaiolas, galochas e bolas + fitas, olha só:Na hora de embrulhar os presentes, reaproveitar materiais como saco de pão e jornal pode ser uma ótima idéia:E para enfeitar, um galhinho vai bem {melhor ainda se for de uma plantinha com aroma gostoso, tipo arruda, alecrim ou hortelã}.E no próximo post, idéias para a mesa da ceia.

Cabeceiras criativas (2)

Escrito por Kika

Continuação do post anterior (Cabeceiras Criativas)

Fotografias, pôsteres e frases
Se você pretende montar um quarto cheio de personalidade, pode usar fotografias ou imagens que gosta para criar um ambiente descontraído e que tenha a sua cara. Pôsteres e frases que te farão começar bem o dia também são uma boa pedida.Materiais naturais
Gosta de sentir-se próximo da natureza? Criar uma cabeceira a partir de galhos ou usando bambus tem tudo a ver com uma decoração mais rústica.Objetos reaproveitados
Já que a palavra de ordem hoje em dia é reaproveitamento e somos pessoas conscientes e preocupadas com o futuro do nosso planeta, por que não inventar novas funções para objetos que estão sem uso? Grades, janelas, portas, palets e até mesmo uma velha moldura de lareira podem ser utilizados para criar cabeceiras lindas, ecológicas e super criativas.

GradesJanelasPortasPaletsLareiraE para fechar com chave de ouro, olha só essas cabeceiras que vão do chão ao teto:Difícil agora vai ser decidir, né?!

Agora eu tenho certeza que não tenho TOC

Escrito por Kika

O artista suíço Ursus Wehrli produziu o livro ‘The Art Of Clean Up’ com fotografias que nem os maiores obsessivos compulsivos pensariam em fazer. Dá uma olhada:Esse artista, nascido em 1969, na realidade é tipógrafo. Mas é também músico, acrobata, produtor e Kaberetist (termo que representa a classe de humoristas que, sobre um banquinho no palco, imitam políticos em esquetes). Porém, o seu maior hobby é recriar obras de grandes mestres da pintura, reorganizando os objetos retratados em cena, como que fazendo uma faxina visual, o que deu a idéia para o livro “A Arte da Organização”.
Dois bons exemplos de seu trabalho são as reproduções das telas “Quarto em Arles”, de Van Gogh, e “Golconde”, de René Magritte {o meu artista predileto}.Isso, sim, é que se pode chamar de Transtorno Obsessivo Compulsivo e não a minha mania tão comum de fazer listas para tudo e arrumar roupas e sapatos por cores.

Fazenda Luxuosa

Escrito por Kika

De vez em quando meu pai me manda umas reportagens que ele acha que podem ser interessantes para este blog. Esta ele viu no site da Globo, na parte de economia {que eu, sinceramente, nunca li na minha vida}, e ela me agradou bastante. Talvez não tenha tanto a ver com os assuntos comumente abordados aqui, mas as fotografias são tão lindas que eu senti vontade de compartilhar. E tem ainda algumas idéias de reaproveitamento de materiais, além de verde por todos os lados. Um luxo só!

Agora deixa eu explicar do que se trata: havia uma fazenda centenária no interior da Pensilvânia e a proprietária – a empresária Esther Dormer – não sabia o que fazer com ela. Eis que um dia teve a brilhante idéia de transformá-la em um centro de lounges luxuosos… contratou a designer Lisa Dagnal, que resolveu fazer do espaço uma verdadeira obra de arte. Claro que o trabalho poderia ter sido realizado de maneira mais simples, mas o que as duas queriam era realmente deixar os visitantes encantados. E conseguiram!

Vejam o resultado:O celeiro possui uma longa mesa feita de madeira bruta e sofás com estofamento de vinilO celeiro superior já abrigou mais de 300 pessoasUma enorme lareira de gás que pode ser ligada e desligada como uma churrasqueiraO lugar para ordenha no celeiro inferior, com mais de 100 anos de idade, hoje é palco para festinhas e celebraçõesEsse ambiente é usado para o chá matinal; os plantadores foram feitos de ferro provenientes de uma mesquita que veio abaixo em Pittsburgh e os rolos de madeira foram adquiridos em uma feira na FrançaSofá  feito de restos de madeira e construído no próprio local, que dá visão para um riachoUma pia de cimento em meio a uma estufa para plantasUm dos quartosUm banheiro ocupa agora o espaço que costumava ser uma lavanderiaNa sala de estar, a mesa de centro foi feita com a base de cimento de uma fonte próxima e um tampo de acrílico; na parede, foto de uma antiga galinha da fazenda, morta por falcões.

Todas as fotografias são de Tony Cenicola