07 jun 2010

Espécies de Suculentas

Gente, eu ando bem apaixonada por suculentas. Para mim, que estou sempre com a cabeça a mil e constantemente esqueço de aguar minhas plantas, essas plantinhas são perfeitas, pois, além de serem lindas, precisam de pouca água e poucos cuidados (como já falei aqui antes). Por isso, resolvi falar delas novamente, ou melhor, mostrar para vocês algumas espécies.

Só para esclarecer: suculenta é qualquer planta capaz de armazenar água, seja nos troncos, raízes ou folhas – característica que as protege das altas temperaturas e do clima árido de regiões da África e da América, onde surgiram. Portanto, cactos e agaves também são suculentas, mas geralmente chamamos assim apenas essas plantinhas de folhas gordinhas, que, de tão charmosas, são capazes de transformar qualquer canteiro num universo de formas e texturas, e também dão um charme extra a qualquer lugar mesmo sozinhas num vasinho.

Pois bem, pelo que pesquisei, existem cerca de 22 mil espécies de suculentas, sendo 2 mil só de cactos. No Brasil, há mais de 100 espécies, e na Jardinaria nós temos aproximadamente 20 tipos de suculentas diferentes para vender (sem contar com os cactos!).

Veja abaixo algumas das nossas espécies e tente resistir!

01-jade-crassula-argentea

Planta-jade (Crassula argentea) – suculenta de até 3 m / floresce no outono e inverno

Echevéria-baby (Echeveria derenbergii) – suculenta de até 10 cm / flores na primavera e verão

Echevéria-baby (Echeveria derenbergii) – suculenta de até 10 cm / flores na primavera e verão

Echevéria (Echeveria glauca) – suculenta de até 20 cm / flores na primavera e verão

Echevéria (Echeveria glauca) – suculenta de até 20 cm / flores na primavera e verão

Gastéria (Gasteria verrucosa) – suculenta de até 10 cm / flores na primavera

Gastéria (Gasteria verrucosa) – suculenta de até 10 cm / flores na primavera

Planta-fantasma, Crássula (Graptopetalum paraguayense) – suculenta pendente de até 50 cm / flores no verão

Planta-fantasma, Crássula (Graptopetalum paraguayense) – suculenta pendente de até 50 cm / flores no verão

Aortia (Haworthia cuspidata) – suculenta de até 6 cm / flores quase o ano inteiro

Aortia (Haworthia cuspidata) – suculenta de até 6 cm / flores quase o ano inteiro

Huernia (Huernia Keniensis) – suculenta de até 10 cm / flores quase o ano inteiro

Huernia (Huernia Keniensis) – suculenta de até 10 cm / flores quase o ano inteiro

Planta-pérola (Haworthia margaritifera) – suculenta de até 15 cm / flores na primavera

Planta-pérola (Haworthia margaritifera) – suculenta de até 15 cm / flores na primavera

Kalanchoe, Flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana) – suculenta de até 30 cm / flores quase o ano inteiro

Kalanchoe, Flor-da-fortuna (Kalanchoe blossfeldiana) – suculenta de até 30 cm / flores quase o ano inteiro

Orelha-de-gato (Kalanchoe tomentosa ) – suculenta de até 60 cm / flores no verão

Orelha-de-gato (Kalanchoe tomentosa ) – suculenta de até 60 cm / flores no verão

Flor-de-maio (Schlumbergera truncata) – suculenta de até 60 cm / flores no outono e inverno

Flor-de-maio (Schlumbergera truncata) – suculenta de até 60 cm / flores no outono e inverno

Carpete-dourado (Sedum acre) – suculenta de até 30 cm / flores no verão

Carpete-dourado (Sedum acre) – suculenta de até 30 cm / flores no verão

Dedinho-de-moça (Sedum burrito) – suculenta pendente de até 40 cm / flores na primavera

Dedinho-de-moça (Sedum burrito) – suculenta pendente de até 40 cm / flores na primavera

Dicas:
– Você pode reunir em um único vaso mais de uma espécie. Para isso, agrupe plantas que tenham os mesmos gostos de água e sol e preste atenção para não deixar que as suculentas maiores façam sombra nas menores. Se for preciso, vire o vaso de tempos em tempos, para proporcionar o crescimento por igual.
– Chamam-se echeverias (imagens 02 e 03) as suculentas cujas folhas fazem uma grande flor, semelhante a uma mandala. De coloração esverdeada ou azulada, suculentas dessa espécie se dão muito bem em vasos, mas, quando for regá-las, evite derramar água nas folhas.
– Uma planta que faz muito sucesso no Brasil, a Graptopetalum paraguayensis (imagem 05) é originária do México e vai bem à meia sombra, mas a aparência compacta que tem na foto só aparece se a planta for cultivada a pleno sol.
– Uma das Huernias mais comuns em cultivo, a Keniensis (imagem 07) também é uma das mais fáceis de manter. Aceita sol pleno ou meia sombra e dá flores (que parecem sinos) praticamente o ano todo, mas principalmente no verão.
– A Kalanchoe (imagem 09) é considerada a flor da fortuna e da felicidade, por isso é muito presenteada entre amigos e parentes. Suas flores possuem uma enorme variedade de cores e podem ser simples ou dobradas, porém, as espécies com flores dobradas são chamadas de Calandivas. Esta planta deve ser cultivada a pleno sol, mas é bem tolerante ao frio.
– Algumas espécies, como a popular flor-de-maio (imagem 11), fica linda em vasos presos no teto. Suas flores grandes e brilhantes, podem ser rosas, brancas, laranjas ou vermelhas e atraem beija-flores.

Agora que já sabemos “tudo” sobre suculentas, quero avisar que devo ficar publicando vez ou outra assuntos relacionados a elas. Primeiro porque eu estou apaixonada por essas plantinhas (como vocês já sabem) e segundo porque, ao pesquisar, encontrei muitas coisas legais sobre elas, desde mini-arranjos para decorar festas, até sugestões de objetos reutilizados onde elas podem ser plantadas (e ficarem lindas!). Quem tiver algo interessante sobre suculentas para mostrar, ou falar, pode me enviar que publicarei aqui com muito prazer e venham sempre no blog para acompanhar as dicas.

Related Posts

99 comentários to “Espécies de Suculentas”

  1. Responder sonia says:

    Boa noite, gostava muito de colecionar huernias e todas as variedades dessas espécies onde posso comprar? já corri tudo e ninguém tem em barcelos vou deixar os meus contactos 968080425 ou 934971423

  2. Responder Roberta Moura says:

    Olá, td bem? Sabe me dizer se existe época certa para encontrar suculentas para decoração de casamento?

    Desde já obrigada.

    Roberta

  3. Responder Fátima Menau says:

    Adorei, a sua explicação. Tenho umas suculentas que nem sabia que eram chamadas assim. Estão ao sol, ao frio e á chuva. No verão elas carregam de flores lindissímas. Os vasos ficam todos tapados. Quando estão assim, pego o vaso e coloco dentro de casa, para enfeitar. O ano passado tive que transplantar, para não as perder, pois estavam com bicho branco e uma casquinha por cima. Peguei os rebentos que não tinham bicho e transplantei-os, para outro vaso com terra nova. Estão lindos, e peço a Deus que não dê mais esses bichos, pois não saberei tratar sem ter que transplantar os filhinhos que não tem os tais bichos. Obrigada, pela explicação. Fátima Menau

    • Responder Mariana says:

      Fátima, provavelmente eles estavam com colchonila, um tipo de fundo. É difícil de prevenir pois ele se transporta pelo ar. Vou torcer pra não haver mais, mas se houver, use a receita de fungicida natural feito com sabão amarelo e calda de fumo que demos no blog. Boa sorte!

    • Responder Paulo says:

      As cochonilhas são insetos parasitas. Possuem uma carapaça de cera, dificultando o seu controle através da utilização de vários produtos. A forma mais eficiente para controlá-las é utilizar um inseticida sistêmico. Um bom é Cialotrina, que dá pra comprar em pequenos pacotes.

  4. Responder Tábata says:

    Olá, tenho uma Kalanchoe amarela e pequena. Quando a comprei ela estava saudável, segui as riscas as instruções, de rega lá duas vezes na semana com pouca água e evitar molhar as folhas e flores e deixar num ambiente iluminado e com sol. Porém suas flores começaram a murchar já na segunda semana.
    E a uns 4 dias, a deixei na varanda pegando sol, porém o tempo mudou rapidamente e acabou chovendo. A planta no dia seguinte estava irreconhecível. Suas folhas mais próximas a raiz estão murchando e suas flores estão secas.
    O que ´pode ter acontecido? Tem algum jeito de reverter a situação?
    Pode me indicar o tipo de terra ideal para ela?

    Desde já obrigada!

  5. Responder Aparecida says:

    Também sou apaixonada por essas maravilhas.Tenho algumas espécies e adoro ver as mudinhas que nascem das folhas de algumas delas.Gostaria de saber qual o melhor substrato para planta-las.Obrigada.Aparecida.

  6. Responder fatima says:

    amo essas plantinhas ,elem de ser lindinhas sao faceis de cuida.tenho algumas especies.tenho enchevaria ,planta fantasma, flor de maio,e outras gostaria de saber como melhor cuida e a melhor terrra para elas.se pode ficar direto no sol ou nao.desde ja agradeco.

  7. Responder Tania Regina de Souza Matos says:

    Querida sou apaixonada por plantas ,principalmente as suculentas ..Gostaria de saber onde posso encontrar para comprar e poder revender em minha cidade ,moro em Ituverava interior .Sabe de algum lugar próximo da minha cidade ou de algum lugar de confiança onde posso estar comprando com segurança

  8. Responder Jane Ortiz says:

    Nome de suculentas de rua: que aguentam chuva de inverno e sol pleno para colocar no meu jardim entre pedras grandes e pequenas
    Obrigada.

  9. Responder gisele says:

    boa noite,eu tenho uma Kalanchoe e gostaria de saber quento tempo de mora para dar flor eu ago um dia sim um nao .

  10. Responder miriam says:

    gostaria de saber se vendem mudas dessas plantas?

  11. Responder antonio carlos says:

    acho q vc se enganou na legenda do graptopetalum. vc colocou crassula… eu acho q o grapto nao e crassula. ou estou errado???

  12. Responder regina says:

    Bom dia, Mariana!
    Tenho três perguntas para você: 1) É verdade que, quando floresce, a flor-de-maio não pode ser mudada de lugar? 2) Como faço para deixar a minha “dedinhos-de-moça” tão bonita quanto na sua foto? Devo retirar as folhas secas?

  13. Responder analu says:

    boa noite amo as suculentas gostaria de saber moro numa cobertura tem muito sol e venta . chove elas gostao deste ambiente . obrigada des de ja

    • Responder Jardinaria says:

      Olá, Analu! Por serem originárias de áreas desérticas ou com escassez de água, as suculentas gostam de sol e ambientes secos. O ideal é que as plantas fiquem pelo menos 3 horas expostas ao sol, preferencialmente pela manhã. Elas podem ser colocadas em ambientes internos para decoração, mas devem ficar preferencialmente ao sol. Como todas as variedades de suculentas devem ficar preferencialmente expostas ao sol, o ideal é cultivá-las em locais abertos. A melhor opção é que fiquem fora de casa, em varandas e sacadas. No entanto, elas devem ser levadas para sombra principalmente à tarde, quando o sol é mais forte e pode queimar as folhas. Atenção: um grande erro no cultivo de suculentas é deixar os vasos em banheiros, pois a falta de ventilação e luz não beneficiam o cultivo delas.

  14. Responder analu says:

    amei todas sou apaixonada por suculentas
    menos
    espinhosas boa noite analu

Deixe uma comentário